Pontos Relevantes e Contribuições Para A Segurança Dos Trabalhadores - Trabalho em Altura NR-35

Aplica-se a toda atividade executada acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior, onde haja risco de queda.


Criado: 22 de agosto de 2017


Segurança no Trabalho em Um Canteiro de Obras: Percepções Dos Operários e da Gerência

Este trabalho tem como objetivo avaliar como a segurança no trabalho é percebida pelos principais intervenientes na sua gestão em um canteiro de obras (engenheiro, mestre-de-obra, técnico em segurança e operários). 


Criado: 04 de janeiro de 2017


Vídeo: Resgate em Espaço Confinado

Vídeo sobre como fazer resgate em espaço confinado.


Criado: 04 de janeiro de 2017


Manual de Auxílio na Interpretação e Aplicação do Anexo "Acesso por Corda" da NR-35

Em 26 de março de 2012, foi publicada a Portaria SIT no 313, que veiculou a NR-35, Norma Regulamentadora para Trabalho em Altura, e criou a Comissão Nacional Tripartite Temática da NR- 35, com o objetivo de acompanhar a implementação da Norma e, dentre outros, propor alterações ao texto regulamentar. O texto da NR-35 foi concebido como uma norma geral de gestão para trabalho em altura, que é complementado nas suas lacunas por normas técnicas oficiais, que, por sua vez, na sua ausência ou omissão, se complementam com normas internacionais aplicáveis.


Criado: 23 de outubro de 2016


MTE Responsabiliza Fabricante por Trabalho Escravo

Uma fiscalização em dois centros de distribuição de produtos da Coca-Cola em Minas Gerais identificou 179 caminhoneiros e ajudantes de entrega sistematicamente submetidos a jornadas exaustivas que configuram, segundo os auditores responsáveis pela ação, condições análogas às de escravo. Entre agosto de 2015 e março de 2016, cada um deles realizou uma média de, ao menos, 80 horas extras por mês. Situações extremas incluíam ainda médias de 140 horas extras mensais e um dia inteiro de trabalho ininterrupto na mesma semana em que um trabalhador já enfrentara jornadas com mais de 12 e 14 horas.


Criado: 29 de setembro de 2016


O Que é APR - Análise Preliminar de Riscos

A Análise Preliminar de Riscos (APR) consiste do estudo, durante a fase de concepção ou desenvolvimento preliminar de um novo projeto ou sistema, com a finalidade de se determinar os possíveis riscos que poderão ocorrer na sua fase operacional.


Criado: 29 de setembro de 2016


Depressão Afasta 7 Brasileiros do Trabalho por Hora

O brasileiro tem em sua figura a imagem de um povo festeiro e de sorriso largo. Para o gringo então, estamos sempre felizes e cheios de amor para dar. Mas na prática, sabemos que não é bem assim e que, em muitas vezes, custa caro tentar estar sempre de bem com a vida. Na verdade, quando tratamos da vida real, o brasileiro não é lá tão feliz assim.

Segundo acompanhamento feito pelo Ministério da Previdência Social, todos os dias cerca de 215 brasileiros se afastam do trabalho por causa de transtornos de humor. O auxílio-doença é um benefício concedido, mensalmente, ao trabalhador que fica incapacitado para o trabalho, por mais de 15 dias, por motivo de doença ou acidente.


Criado: 26 de setembro de 2016
Palavras-chave: artigo depressão doença trabalho


OGMO deve Responder pelas Doenças Profissionais do Trabalhador Portuário Avulso (Santos / SP)

Decisão proferida pela 10ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho Paulista entendeu que como o OGMO deve ser responsabilizado diante do acometimento de doenças profissionais insidiosas, no caso uma hérnia de disco e outros problemas vertebrais, que incapacitaram parcialmente um trabalhador portuário avulso.


Criado: 21 de setembro de 2016


Autorização Para Trabalho Em Altura

Autorização Para Trabalho Em Altura


Criado: 30 de agosto de 2016
Palavras-chave: SESMT APR trabalho altura


Avaliação da Aplicação da NR-18 em Canteiros de Obras

Face à existência de dúvidas quanto à interpretação da NR-18, de questionamentos a respeito da viabilidade técnica e econômica de algumas de suas exigências e às dificuldades que muitas empresas estão enfrentando para implementá-las, seis Universidades brasileiras desenvolveram um trabalho conjunto que tem como objetivo principal fornecer subsídios à melhoria desta norma, de modo a torná-la mais próxima das necessidades do setor. Também busca-se avaliar o grau de cumprimento da norma, tarefa esta que foi realizada através da aplicação de uma lista de verificação em sessenta e sete canteiros de obra situados em seis cidades: Porto Alegre (RS), Passo Fundo (RS), Santa Maria (RS), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Feira de Santana (BA). exigências da NR-18 identificadas como menos cumpridas. 

Neste artigo são discutidos os resultados desta avaliação, centrando a análise nas exigências da NR-18 identificadas como menos cumpridas. Os resultados demonstram que ainda é elevado o nível de não conformidade com a norma.


Criado: 04 de julho de 2016


Sobre


Somos um site sobre
Segurança do Trabalho,
SESMT e
assuntos relacionados.

O nosso conteúdo
na grande maioria é
obtida na internet.

Redes Sociais