Para que você possa atravessar esse período de isolamento social com segurança, o SENAC / RJ preparou algumas dicas divididas em 5 temas para ajudá-lo a permanecer em casa e prevenir os diferentes tipos de acidentes que possam acontecer.  Neste artigo é abordado o tema De olho nas crianças.







Trabalhar em alturas superiores a dois metros exige cuidados no que diz respeito à proteção do profissional e de quem está próximo ao local em que a atividade está sendo executada. Este tipo de cuidado previne um dos tipos de acidente mais comuns e perigosos relacionados a este tipo de trabalho: as quedas.



Objetivo

Estabelecer procedimentos técnicos e condições mínimas de segurança para a realização de serviços no sistema elétrico da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM visando garantir a integridade dos trabalhadores.

CAMPO DE APLICAÇÃO

O presente “Caderno de Procedimentos de Segurança” aplica–se aos trabalhos de instalação, montagem, inspeção, reparos e manutenção em geral, de equipamentos e de redes elétricas de baixa e de alta tensão.

A NR–10 define:

Baixa Tensão (BT): tensão superior a 50 volts em corrente alternada ou 120 volts em corrente contínua; e igual ou inferior a 1000 volts em corrente alternada ou 1500 volts em corrente contínua, entre fases ou entre fase e terra.

Alta Tensão (AT): tensão superior a 1000 volts em corrente alternada ou 1500 volts em
corrente contínua, entre fases ou entre fase e terra.

Esses procedimentos têm como referência a NR–10, publicada pela Portaria No 3214/78, do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, e todas as demais NRs e legislações específicas sobre o assunto que forem aplicáveis aos serviços de instalação, inspeção e manutenção a serem realizados.

Dessa forma, o presente documento aplica–se aos trabalhadores do quadro efetivo da UFVJM que atuam nas instalações elétricas e, principalmente, às empresas contratadas que são prestadoras de serviços terceirizados na instituição e a todos os seus empregados que atuam na área de instalações elétricas.



Este trabalho apresenta alguns aspectos que devem ser observados na instalação de equipamentos elétricos em locais onde existe uma atmosfera explosiva. Uma noção de classificação de áreas segundo as normas IEC, ABNT é apresentada, bem como os requisitos necessários para utilização de equipamentos e acessórios nesses locais.



O que é Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho?

Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho pode ser entendida como o conjunto de medidas que são adotadas visando minimizar os acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, bem como proteger a integridade física, a saúde e a capacidade de trabalho do trabalhador.



A saúde do trabalhador vem sendo discutida desde 1990 com a Lei 8080, emergindo como uma como uma importante política pública brasileira, voltada para uma grande parcela da população e que deve ser capaz de intervir positivamente nas relações entre trabalhador e condições de trabalho.



Adicionamos mais uma APR (Análise Preliminar de Risco) para download.



PCEP- Programa para Controle de Energias Perigosas em Serviços e Manutenção

Procedimento de entrada NR 10.5.1
“Somente serão consideradas desenergizadas as instalações elétricas liberadas para serviço mediante os procedimentos apropriados obedecida a sequência abaixo:”

E1. Seccionamento;
E2. Impedimento de reenergização;
E3. Constatação de ausência de tensão;
E4. Instalação de aterramento temporário com equipotencialização dos condutores dos circuitos;
E5. Proteção dos elementos energizados existentes na zona controlada;
E6. Instalação da sinalização de impedimento de energização.