Efeitos do Choque Elétrico

Definição

É o efeito patofi siológico que resulta da passagem de uma corrente elétrica, chamada de corrente de choque, através do organismo humano, podendo provocar efeitos de importância e gravidades variáveis, bem como fatais.

Efeito da Corrente Elétrica

O efeito da corrente elétrica depende dos seguintes itens:

  • Intensidade da corrente;
  • Tempo de exposição;
  • Percurso através do corpo humano;
  • Condições orgânicas do indivíduo.


Classificação do Choque Elétrico
 

  • Contato direto
    • É o contato de pessoas e animais diretamente com partes energizadas de uma instalação elétrica.
  • Contato indireto
    • É o contato de pessoas e animais com partes metálicas (equipamentos) ou elementos condutores que, por falha de isolação, fi caram acidentalmente energizados


Percurso da corrente elétrica através do corpo humano

O percurso da corrente elétrica através do corpo humano depende da posição de contato do indivíduo com a instalação (circuito) energizada ou que venha a ficar energizada, podendo ser o mais variado possível.

 

Conceitos

Limiar de percepção
É a menor corrente que sensibiliza o corpo humano.

Tetanização
É a paralisia muscular provocada pela circulação de correntes elétricas através dos tecidos nervosos que controlam os músculos.

Parada respiratória
Ocorre quando são envolvidos na tetanização os músculos peitorais, bloqueando os pulmões e parando a função vital de respiração.

Asfixia
Contração de músculos ligados à respiração e/ou paralisia dos centros nervosos que comandam a função respiratória causadas por correntes elétricas superiores ao limite de largar. Se a corrente elétrica permanece, o indivíduo perde a consciência e morre sufocado.

Fibrilação ventricular 
Se a corrente elétrica atinge diretamente o músculo cardíaco, poderá perturbar seu funcionamento regular. Os impulsos periódicos, que em condições normais regulam as contrações (sístole) e as expansões (diástole), são alterados e o coração vibra desordenadamente.

Queimadura por choque elétrico
A passagem da corrente elétrica pelo corpo humano gera calor produzindo queimaduras, cuja gravidade depende da intensidade e do tempo de contato com a corrente elétrica. Em altas tensões, os efeitos térmicos produzem destruição de tecidos superfi ciais e/ou profundos, artérias, centros nervosos, além de causar hemorragias.

Efeitos fisiológicos diretos da eletricidade
 

Intensidade Efeito Causas
1 a 3 mA Percepção A passagem da corrente provoca formigamento. Não existe perigo.
3 a 10 mA Eletrização A passagem da corrente provoca movimentos.
10 mA Tetanização A passagem da corrente provoca contrações musculares, agarramento ou repulsão
25 mA Parada Respiratória A corrente atravessa o cérebro
25 a 30 mA Asfixia A corrente atravessa o tórax
60 a 75 mA Fibrilação Ventricular A corrente atravessa o coração


Efeitos fisiológicos indiretos da eletricidade

 

Efeito Causas
Transtornos Cardiovasculares O choque elétrico afeta o ritmo cardíaco: infarto, taquicardia etc...
Queimaduras Internas A energia dissipada produz queimaduras internas: coagulação, carbonização
Queimaduras Externas Produzidas por arco elétrico a 4000ºC
Outros Transtornos Conseqüências da passagem da corrente

 



Dados do artigo


Fonte:
Recomendação Técnica de Procedimentos - Instalações Elétricas Temporárias em Canteiros de Obras
Qtde. Acessos:
7754
  Seções:  

  Palavras-chave:  
  Criado:  
3/13/2015 4:37:52 AM

Compartilhe


Sobre


Somos um site sobre
Segurança do Trabalho,
SESMT e
assuntos relacionados.

O nosso conteúdo
na grande maioria é
obtida na internet.

Redes Sociais