DDS - Paradas de manutenção

Todas as atividades de uma parada de manutenção são consideradas especiais pelo fato de não serem atividades normais do dia a dia.

Uma parada de unidade envolve mais riscos do que paradas gerais, visto que as demais áreas continuam operando interligadas.

Os principais passos a serem seguidos para uma parada de manutenção com normalidade são os seguintes:


  • Refletir sobre segurança no início dos trabalhos;
  • Cumprir e fazer cumprir a sistemática de liberação de serviços;
  • realizar uma Análise Preliminar de Riscos;
  • Planejar a execução das tarefas e cumprir a seqüência de passos que for estabelecia;
  • Não permitir atropelos, eles são inimigos do sucesso;
  • Tirar todas as dúvidas com a Liderança e pessoal de segurança;
  • Cuidar do arranjo físico (ordenação e arrumação) nos locais de trabalho;
  • Relatar todos os riscos potenciais, solicitando a contratante, auxílio para solucioná-los ou minimizá-los;
  • Nos trabalhos em altura, exigir qualidade na montagem de plataformas de andaime conforme padrões estabelecidos;
  • Controlar os resíduos e rejeitos gerados encaminhado-os para a disposição adequada;
  • Usar todos os EPI’s indicados para o seu trabalho, conservando-os sempre disponíveis nos locais de trabalho, pois é lá que os riscos estão presentes;
  • Comunicar imediatamente ao seu encarregado ou da segurança da contratante, qualquer situação de risco, incidente ou lesão;
  • Nunca contar com a sorte, é necessário que façamos certo, acertando na primeira vez que fizermos.



"Um bom dia de trabalho, uma boa parada de manutenção para todos!" 



Dados do artigo


Fonte:
Recebido por e-mail
Autor(ers):
Desconhecido
Qtde. Acessos:
8635
  Seções:  

  Palavras-chave:  
  Criado:  
2/9/2013 1:00:00 AM

Compartilhe


Sobre


Somos um site sobre
Segurança do Trabalho,
SESMT e
assuntos relacionados.

O nosso conteúdo
na grande maioria é
obtida na internet.

Redes Sociais