bootsnipp

Portal SESMT

Sua segurança em primeiro lugar


Fundação Zoobotânica do RS reduz condenação por dano moral coletivo por inadequação de EPIs


Fundação Zoobotânica do RS reduz condenação por dano moral coletivo por inadequação de EPIs

A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) reduziu de R$ 100 mil para R$ 30 mil a condenação por dano moral coletivo imposta à Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul por não dispor de equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados para uso de seus empregados. A fundação recorreu ao TST contra decisão da Justiça do Trabalho em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho da 4ª Região (RS).

Com a ação, o MPT pretendia obrigar a Fundação Zoobotânica a fornecer gratuitamente aos trabalhadores todos os equipamentos de proteção individual certificados e adequados, com orientação, fiscalização e substituição em caso de avaria ou extravio. Requereu, além de indenização de R$ 200 mil, pena de multa de R$ 50 mil por trabalhador prejudicado.

Condenada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS) a pagar indenização por dano moral coletivo de R$ 100 mil e multa de R$ 1 mil, a fundação sustentou, no recurso de revista ao TST, que já adquiriu e entregou equipamentos para os empregados, fato reconhecido pela sentença e pelo acórdão regional. Argumentou também que não há má-fé de sua parte, nem resistência ao cumprimento das normas de segurança, e que tem buscado realizar todas as ações necessárias ao atendimento das exigências dos órgãos fiscalizadores e do MPT, ainda que encontre dificuldades burocráticas, orçamentárias e licitatórias.

Na avaliação do ministro Emmanoel Pereira, relator, o valor da indenização merecia ser reformado. Para chegar a essa conclusão, considerou o empenho da Fundação Zoobotânica para entregar os EPIs, "mesmo que de forma morosa e insuficiente, se adequando aos termos propostos pelo Ministério Público do Trabalho". Ele avaliou ainda que o nível de reprovabilidade da conduta da fundação não tem a mesma repercussão de casos que envolvem exploração de trabalho escravo ou infantil "ou até mesmo a indicação de morte ou qualquer lesão pela morosidade da entrega dos EPIs".

Com a fundamentação do relator, a Quinta Turma deu provimento parcial ao recurso. "A indenização deve ter um caráter pedagógico, até porque se trata de uma fundação pública", observou o ministro. "Portanto, entendo que o valor de R$ 30 mil é satisfatório, em face da situação econômica do ofensor". A decisão foi unânime.
 


Dados do artigo


Fonte:
http://www.tst.jus.br/noticia-destaque/-/asset_publisher/NGo1/content/fundacao-zoobotanica-do-rs-reduz-condenacao-por-dano-moral-coletivo-por-inadequacao-de-epis
Qtde. Acessos:
715
Seção/Categoria:
Artigos Jurisprudência

  Palavras-chave:   processo condenação dano moral coletivo epi


Usuário: Admin | Criado: 16/03/2015 19:15:14 | 0 comentários | 0 compartilhamentos

Compartilhe




Você também pode se interessar por



Obseravações:

  1. Caso o artigo estiver desatualizado, informando-me, o mesmo será retirado do site;
  2. Informar / identificar causa da desatualização;
  3. Como buscamos conteúdos em listas de discussão, muitas vezes não sabemos o autor das publicações. Se algum artigo do site for de sua propriedade, e for de interesse adicionar você como autor ou retirar o artigo do site, entre em contato.