DDS - Cuidados com o uso de solventes

Os solventes são líquidos que tem a propriedade de dissolver ou diluir substâncias sem alterar sua natureza. Por exemplo: a água dilui o sal. Se você ferver a água até secar, você terá o sal de volta como era antes. A água é o mais comum dos solventes, mas só funciona com determinados produtos. Se você utilizar a água para dissolver uma graxa, óleo ou gorduras não terá sucesso devido às características químicas destes produtos. Assim, a água não funciona como solvente para graxas, óleos e gorduras. Temos que recorrer a outros tipos de solventes.

O álcool, a nafta e assim por diante são excelentes solventes, porém tem suas desvantagens. Todos esses solventes são perigosos dependendo da quantidade, local onde são manuseados. Estes solventes são chamados de solventes orgânicos por serem derivados do petróleo, constituído basicamente de cadeias de carbono. Eles se queimam, podem causar explosões e principalmente são muito tóxicos para o organismo. Todos são úteis e podem ser usados se alguns cuidados de segurança forem tomados . Não é difícil ter este cuidado se você souber os riscos e a forma de controlá-los.

Alguns solventes evaporam muito rapidamente, outros mais lentamente. Quanto maior for a área de contato entre o solvente e o ar, maior evaporação será produzida.Suponha que você deixe uma lata de solvente aberta. Você terá a evaporação. Se este mesmo solvente for todo derramado pelo chão a evaporação será maior ainda.

Os solventes evaporam-se mais rapidamente com o ar em circulação do que com o ar parado. Quanto maior for sua temperatura mais rapidamente ele se evaporará. É difícil encontrar uma boa razão para que um solvente seja aquecido. Entretanto se ocorrer aquecimento do solvente haverá riscos de explosões e incêndios. Antes de manusear qualquer solvente, primeiro conheça seus riscos. Observe a situação a sua volta e planeje a tarefa cuidadosamente.

Lembre-se de que os vapores do solvente são tóxicos e certifique-se de que ele não pode se evaporar a ponto de tornarem-se perigosos. Não se esqueça de que eles espalham muito rapidamente pelo ar e move-se conforme suas correntes, da mesma maneira que acontece com a fumaça do cigarro. Dicas:

  • Conheça seu solvente;
  • Não use gasolina como solvente por ser muito volátil;
  • Prefira as essências minerais que são os substitutos seguros;
  • Não manuseie o solvente sem o EPI adequado.

 

Artigos Correspondentes


Dados do artigo


Fonte:
www.ddsonline.com.br
Autor(ers):
Herbert Bento
Qtde. Acessos:
3439
  Seções:  

  Palavras-chave:  
  Criado:  
3/24/2015 4:44:27 PM

Compartilhe